Pular para o conteúdo

Só não posso perder a empregada

O Brasil virou um país com medo do serviço pesado. Faz vistas grossas à sujeira e deixa tudo como está por medo de perder o presidente.


Havia na televisão um quadro humorístico (não lembro de quem) sobre uma dona de casa que fazia vistas grossas à falta de capricho da sua empregada doméstica. Se encontrasse uma panela não tão bem limpa soltava o bordão: "só não posso perder a empregada". E claro que a tal se folgava.


Lembrei deste quadro ontem, ao ver em um telejornal que Silas Rondeau, ministro de Minas e Energia, pediu demissão três dias depois de ser apontado como suspeito do recebimento de propina da Construtora Gautama. Fiquei pensando em quantos escândalos o governo Lula já nos proporcionou assistir (veja lista relativamente atualizada na Wikipedia).


Escândalo vai, escândalo vem, e Lula lá. Intocável. Foi até reeleito. Parece que os brasileiros todos combinaram que "só não podem perder o presidente". O país teve um surto coletivo de pânico sei lá de quê. De perder a democracia? Da ingovernabilidade?


Enquanto isso nosso presidente permanece impávido no cargo... como se fosse uma vítima inocente das escolhas que faz.

Publicado em Categorias Sem categoria