Pular para o conteúdo

Fora do meu cardápio

Ainda que eu não me disponha a assistir as aparições da menina Maisa no abominável programa do Silvio Santos... tenho 4 pequenas observações a fazer, ainda que tardiamente.


Estranho como até pessoas aparentemente inteligentes se deixam envolver por armadilhas midiáticas sem qualquer qualidade e de caráter abjeto. Volta e meia encontro pessoas que mencionam as participações da menina Maisa no programa do Silvio Santos. Na semana passada ouvi alguém qualificando como "engraçado" um mesmo fato comentado por Bia Abramo, em sua coluna na Folha de São Paulo do último sábado. Alguns trechos do que Bia escreveu e, ao final, meus breves comentários:



"Ela chama o patrão de lado e tenta fazer um pedido. Ele replica: "Você está com medo?"; "Alguém te bateu?". Ela fica paralisada, faz bico, começa a chorar. SS, então, chama um menino, pouca coisa maior do que a "pequena petiz". O menino, um certo Daniel, está com uma maquiagem de "monstro", assustadora -pelo menos para Maisa, que sai correndo, apavorada".


"SS tripudia: "Ela é muito engraçada!"; "Essa Maisa não tem mais jeito", enquanto a menina grita histérica ("Não quero!!"), sai correndo do palco".


"Depois, as colegas de trabalho, instadas por SS, berram: "Amarelou! Amarelou!". Ele a chama de volta ("Ela foi embora e não quer voltar (...). Ela vai ganhar sem trabalhar?")".


"SS pega a menina no colo: "Tadinha, vem cá, meu amor". Dura pouco: na frase seguinte, ele está chamando Maisa de "cagona"".


Quem quiser ver parte da cena grotesca... aí está (por motivo meramente ilustrativo)



Agora minhas considerações sobre os motivos deste absurdo:


1. Maisa é vítima de uma família negligente, gananciosa ou vaidosa. Escolham;


2. Maisa é vítima de empresário e mídia perversos;


3. Maisa é vítima de um poder público omisso (cadê Juizado da Infância e da Juventude, Ministério Público e Conselho Tutelar?); e, finalmente,


4. Maisa é vítima de um público sádico.


Inaceitável!

Publicado em Categorias Sem categoria