Depois da chuva

Depois de  dias e dias chuvosos. Tormentosos, até. Temperatura de inverno (chegamos a ter 12ºC durante o dia). Rebelei-me e fui passear no Parque São Lourenço, registrando no Endomondo o trajeto (mapa acima).

Aliás, muito bom o suporte de celular/GPS que vai no guidão e que inaugurei hoje. Não está na imagem abaixo pois obviamente era o telefone que obtia a foto da geringonça.

Falando em geringonça, está cada vez mais rápida a montagem da bike.

E no mais foi só passeio mesmo. Breve mas delicioso.

Interregno

Se há coisa que não sou é ingrata. Ou o tipo de gente que não consegue reconhecer a boa vida que tem. Há uns 14 ou 15 anos morava sozinha em Curitiba. Interregno de relações.

Era inverno e quando me dirigia ao trabalho o porteiro, um querido, disse: “D. Márcia, volte pra pegar um casaquinho que está frio”.

Gente,  quando é o porteiro quem alerta quanto ao frio,  a solidão é demais.

Isso acabou há muito tempo!

Inverno

Nada como um “quentor” neste inverno que inicia. Amor, lareira, vinho, sopinha, chocolate, cobertor…

A vida não me é ruim e se tem coisa que não sou é ingrata do tipo que fala “era feliz e não sabia”.

Eu sei sim!