Sacudindo as tranças

Sábado um pouco estressado por aqui. Engraçado como cansam os dias que antecedem férias. Viajamos na sexta-feira próxima e Deni quer o impossível, zerar suas gavetas. Como se encrenca, que é com o que ela lida, tivesse fim.

Então, para desanuviar, propus um passeio sem filas, dinheiro ou barulho. Fomos ao Museu de Arte Contemporânea e ao Museu Oscar Niemeyer.

Funcionou!

Algumas imagens da tarde:

Coisas de artista

Há três meses tento comprar duas gravuras de artistas curitibanos. Nada tão difícil assim, devem morar a no máximo 15km da minha casa e a apenas um clique de mouse.

Mandei email. Liguei. Liguei novamente e nada.

Estranho… muito estranho. Tenho certeza de que não foi assim que Vik Muniz virou documentário oscarizável.