Skip to content

Enquanto parcela enorme dos estabelecimentos e pessoas que trabalham com construção se encontra em recesso, aqui em casa a obra segue.

Primeiro a definição de que ficaremos mesmo com o compensado naval como piso. Vamos lixar e passar selador. A aparência ficará como a da foto abaixo para melhor. E depois... se acharmos que não ficou legal nada mais fácil que tascar o piso vinílico inicialmente programado.

IMG_0736

Além disso, hoje tivemos um dia cheio. Os serralheiros compareceram para montar a estrutura do telhado dos containers.

IMG_0731

Serviço terminado.

IMG_0733

Também veio o profissional para concluir o trabalho de montagem dos equipamentos da casa de máquinas da piscina. Salinizador, bomba de calor, filtro e luzes a postos.

IMG_0737

Piso no entorno da piscina também já em fase de colocação.

IMG_0732

E pisos, louças e metais do banheiro do container só no aguardo.

IMG_0734

IMG_0738

1

Pausa para o Natal. Merecidas pois estamos dentro do cronograma.

Em que pé estamos?

Os dois containers estão soldados um ao outro tanto na parte inferior...

image

...quanto na superior.

image

A estrutura de metal que suportará MDF, isolante térmico e MDF está colocada, aguardando a instalação elétrica. Abaixo temos a divisória que dará para o depósito...

image

... a divisória do banheiro...

image

... e uma visão ampla da parte interna com estas estruturas metálicas. Bem como do material no aguardo.

image

E como containers são "lata", é preciso que sejam reforçados nas partes em que serão afixados equipamentos pesados nas suas paredes. É o caso do espaldar e do WES (Wall exercise system)...

image

... e este, no teto, para o saco de pancadas do muay thai da Deni.

image

Na parte da piscina toda tubulação está pronta...

image

...incluindo a casa de máquinas e instalação da bomba de calor. Falta, diz o responsável, ligar a luz e o esgoto para fazer o "shazam!"

image

E aqui a geral da "encrenca".

image

O que falta? Bem:

  1. Elétrica, hidráulica e esgoto (ligar ao exterior)
  2. Pisos externos
  3. Piso e revestimento do banheiro
  4. Pergolado
  5. Telhado e platibanda
  6. Afixar isolamento, MDF e dry wall
  7. Esquadrias e vidros
  8. Lixar e selar o piso
  9. Instalação de metais, louças e luminárias
  10. Ligar e limpar piscina

Parece muito mas é mais ou menos. Muitos destes itens podem ser trabalhados simultaneamente.

Eis que chega o primeiro container. Não é uma operação tão simples. Se o braço do guindaste se alongar mais, surge o risco do caminhão virar. Com certeza isso seria péssimo pro caminhão, pro container, pro muro, pra casa... E talvez confirmasse meu velho medo. Sempre achei que o pior que poderia acontecer para mim seria uma bigorna cair sobre minha cabeça. Dois containers...

Bem. O primeiro entrou e nada de grave aconteceu.

IMG_0626

IMG_0630

IMG_0637

IMG_0641

IMG_0653

Aguardando o próximo!

Hoje fui ver os containers na indústria. Amei. Eu, que não tenho noção espacial alguma, fiquei impressionada com o tamanho interno. Ao todo serão 60m² divididos em amplo banheiro, amplo depósito e uma sala bem maior do que eu imaginava.

As cores, ainda que falte o vermelho do detalhe das "janelas", ficaram ótimas. E a melhor notícia é que serão trazidos para casa na terça-feira, dois dias antes do marcado.

Vista a partir do depósito:

IMG_0616

Vista dos fundos, também a partir do depósito:

IMG_0621

Visão a partir do banheiro:

IMG_0618

Internas:

IMG_0619 IMG_0620

Ele! O maravilhoso, descomunal e inigualável... Federer.

Finalmente encontrei Roger Federer. Na primeira tentativa, se lembrarem, ele caiu do Sony/Miami um dia antes da minha chegada. Trairagem. Mas veio ao Brasil. E eu fui a São Paulo vê-lo. E em que pese o tititi do custo dos ingressos posso afirmar que valeu cada centavitcho.

Ele é de fato o melhor jogador de tennis do circuito e não importa se a colocação do ranking é alta, média ou baixa. E só discordará disso quem jamais o viu jogar. Ou quem é cego pela paixão. Uma pessoa pode não ir com a cara dele. Pode não apreciar a personalidade. Pode achar o que quiser. Mas ninguém na quadra joga com a mesma graça, leveza e variedade. Virou lugar comum dizer isso, mas o que ele faz com a raquete é arte pura.

E ainda por cima é um cavalheiro.

Ah, e não faz a linha "tudo por um fã" de alguns de seus pares. Não coloca nariz vermelho de palhaço para conquistar.

E mais uma coisa: ela ama muito o que faz. Ninguém cumpre a agenda doida desta Gillette Federer Tour com a paciência e dedicação aos compromissos como ele vem fazendo. Tudo bem que ganhou (dizem) mais do que lhe renderam os torneios deste ano, que não foram poucos, mas convenhamos... ele ganharia a mesma quantia sendo bem mais comedido na confraternização.

Eu era fã. Fiquei ainda mais.

Depois de alguns dias de espera da piscina, eis que chega. Sua altura sobre a carreta que a trouxe não permitiu passagem pelo portão de serviço, que é bem alto. Içar através do muro também não foi viável pois o material não suportaria.

A solução? Centopéia. Ou seja... homens carregando no "muque" mesmo, como dá bem pra ver no vídeo ao abaixo.